Estética Genital Feminina

O aumento da expectativa de vida faz com que o envelhecimento, um fenômeno biológico, psicológico e social, modifique sua relação com o mundo. Inúmeros tratamentos estão disponíveis para a região facial, corporal e genital. Por isso, quando se pensa em adicionar qualidade de vida `a longevidade, deve-se estar atento a todas as patologias estéticas. A mulher pode exercer sua sexualidade prazerosamente em qualquer época de sua vida, independente de sua fertilidade e mesmo durante a gravidez, e a sexualidade humana busca o prazer mais que a reprodução. Porém, se a mulher sente vergonha de sua genitália, não há nada que a faça se sentir à vontade com seu parceiro. Com muito mais frequência que se imagina, existem muitas mulheres incomodadas com a aparência de suas genitálias. Essa insatisfação com a aparência genital, acarreta traumas psicológicos, podendo interferir diretamente no relacionamento sexual e afetivo.

A medida que as mulheres ficam cada vez mais confortáveis com a idéia de procedimentos eletivos em suas faces, mamas, pele e outros, planejados para melhorar a sua aparência e autoconfiança, não é surpreendente que elas desejem alterar, mudar, “rejuvenescer” ou reconstruir áreas íntimas dos seus corpos. Dentro da Estética Genital as alterações mais frequentes são: